O MODELO TURÍSTICO DE SOL E PRAIA

Turismo 5667 foto sergio quissak

A atividade do turismo teve uma tendência histórica para desenvolvem-se em grande medida nas zonas costeiras sob o prisma da
oferta de sol e praia. Este tipo de turismo é definido pela busca de aproveite o sol, a praia e o mar, elementos que estão ligados com o bem
clima como principal recurso de atração, e isso leva a um concentração de pessoas em um determinado espaço e tempo, mas
além de ser uma oferta sazonal dentro da tipologia turística, ou seja, em comparação com outro tipo de turismo, como o relacionado a
cultura, sol e turismo de praia é a   Ofertas de viagens baratas mais convencional e passiva, contando geralmente com um tipo de turista pouco exigente e que tende a um pouco de alta despesa.


O desenvolvimento da oferta de sol e praia é amplamente condicionado parte passando a atividade turística de um movimento elitista, reservado como
apenas para um tipo de estrato social que teve tempo e dinheiro, em um nova maneira de abordar essa atividade onde praticamente teve um lugar
todas as camadas sociais. Uma mudança que começou a ocorrer depois da década dos anos 50 do século XX nos países industrializados, em que
variáveis como o fornecimento do mercado (que oferece produtos de consumo para individual) e o papel dos intermediários (ao aproximar os produtos de
o maior número de consumidores possível) favoreceu o turismo de massa, basicamente direcionado para os espaços litorais.


Neste processo de transformação, onde o gozo de turismo, há uma série de fatores, como melhorias sociais e trabalhistas
por exemplo, relacionado a uma redução no horário de trabalho ou o aumento do tempo de lazer. Por outro lado, o desenvolvimento dos transportes
individual e coletiva, o que levou a uma redução no tempo e distância (para mover de um lugar para outro), juntamente com um abaixamento
nos custos de utilização desses transportes, o que permite uma maior acessibilidade a um número maior de pessoas que podem se mover
fora do seu ambiente de residência habitual para fins recreativos ou recreativos, bem como bem como o aumento da renda familiar, que, juntamente com o aumento de nível de vida facilitará o gozo de investimentos em atividades relacionado à atividade de turismo (Salvà, 1998).


O resultado dos aspectos mencionados é um turismo de massa que deu para o espaço mediterrânico uma posição hegemônica, mantendo
altas taxas de ocupação e que, ainda que aproveitando uma posição importante no mercado do turismo também não é menos verdadeira
que no presente tem que competir com uma série de destinos, no seu dia.
Considerado emergente e que, com os anos, está se consolidando.cada vez mais; como no caso do Caribe, que oferece um importante
variedade de ofertas e produtos em que o componente ambiental e o exotismo cultural é muito atraente para os mercados emissores.